Proteção para a menina, saúde para a mulher!

Quem me acompanha sabe que, todo ano, eu me preocupo em divulgar a campanha do Outubro Rosa, que tem como missão conscientizar as mulheres a se prevenirem contra o câncer de mama. Sou filha, esposa e mãe, e escrevo para um público que é 90% feminino. E os 10% restantes têm mãe, prima, irmã, né? Ou seja, tenho a obrigação de abrir um espaço para falar sobre SAÚDE.

Acontece que, infelizmente, o câncer de mama é só um dos tipos de câncer que atingem mulheres no mundo todo. O câncer do colo de útero, outro tipo, é uma doença grave que pode matar. No Brasil, o câncer do colo de útero é o terceiro tipo mais frequente e atinge 15 mil mulheres por ano, ocasionando 5 mil mortes. Triste realidade.

Preventivo-Câncer-de-Colo-de-Útero

Com o objetivo de reforçar as atuais ações de prevenção do câncer do colo de útero, o Ministério da Saúde incluiu, com as Secretarias Estaduais e Municipais, a vacina HPV no Calendário Nacional de Vacinação do SUS, em março de 2014. O interessante dessa campanha é proteger a menina, para garantir a saúde da mulher.

Em 2014, foram vacinadas as meninas de 11 a 13 anos de idade. Neste ano, o Ministério da Saúde ampliou o grupo a ser vacinado e agora é a vez das meninas entre 9 e 11 anos (minha filha faz 9 anos em julho, por isso vou ficar alerta para não passar).

campanha-hpv

A vacinação é composta por três doses. A primeira dose já está disponível nas Unidades de Saúde do SUS desde março, e a segunda dose deverá ser tomada após 6 meses. É essencial receber essa dose, pois, só com ela, a sua filha estará protegida.

E lembre-se de que é necessário um reforço daqui a 5 anos (terceira dose). Fique atenta se haverá vacinação na escola da sua filha. Se não houver, leve-a a uma das Unidades de Saúde do SUS.

Proteção para a menina, saúde para a mulher.

A vacina é segura e é usada em mais de 50 países. Já foram administrados mais de 180 milhões de doses em todo o mundo.