Grandes Nomes do Mundo da Beleza: Anna Pegova

Olá, meus amores! Estavam com saudades do Grandes Nomes do Mundo da Beleza?

Neste capítulo vou falar sobre a cosmetóloga Anna Pegova. Infelizmente a história de Anna foi se perdendo ao longo dos anos. Existem poucos registros dos acontecimentos da vida da empresária.

Mas acredito que é essencial dedicar um episódio dessa série a Anna, mesmo que ele seja mais curto e menos detalhado que os anteriores.

Anna Pegova nasceu em 1886 (ou em 1896, depende da fonte), na Rússia. A cosmetóloga mudou-se em 1920 à Paris, França, por conta da Revolução Russa.

Foi a partir dos anos 1930 que Anna começou a ingressar na indústria de cosméticos. A russa tornou-se amiga de Helena Rubinstein e decidiu seguir pelo ramo do skincare.

A cosmetóloga passou anos estudando ativos, fórmulas e técnicas estéticas. E ela teve seu nome consagrado no universo da beleza pela criação do peeling vegetal. 

O peeling vegetal (ou gomagem) é uma técnica estética que remove as células mortas da pele, deixando-a mais macia e cheia de viço.

O desejo de Anna era abrir um instituto de beleza em que ela pudesse oferecer um serviço personalizado de skincare aos clientes.

A inauguração do espaço foi adiada por conta da Segunda Guerra Mundial. Contudo, em 1947, a empresária abre o Institut Anna Pegova, na Avenida Matignon, Paris.

Logo os tratamentos e o Instituto de Anna Pegova se tornaram um sucesso na Cidade Luz. Dentre artistas e nomes de peso da época, Edith Piaf foi sua cliente assídua mais conhecida.

Anna Pegova decidiu explorar o mundo viajando por países como Inglaterra, Canadá, Argentina, Austrália e Brasil. A ideia da russa era levar a marca francesa para outros territórios, além de absorver os conhecimentos e matérias primas de outras regiões do globo.

Anna Pegova ficou fascinada com o nosso país, e decidiu-se instalar nele para desenvolver tratamentos de skincare ao lado de renomados cirurgiões plásticos.

Quando a cosmetóloga faleceu, seu filho continuou o legado da mãe. Decidido em voltar às raízes francesas, em 1991, o herdeiro de Pegova inaugurou um novo Instituto na esquina da Rua Royale e do Faubourg Saint Honoré.

Poucos anos depois, um grupo de negócios independente adquiriu a empresa do filho de Anna Pegova. Os novos investidores não possuíam uma equipe de desenvolvimento de produtos, por isso que a marca foi fechada na França. A partir daí, a Anna Pegova passou a se concentrar apenas no Brasil.

O compromisso da cosmetóloga sempre foi de preservar a juventude das mulheres com dermocosméticos e tratamentos estéticos altamente tecnológicos.

Há mais de 40 anos no Brasil, a marca se consolidou com uma rede de renomados institutos de beleza. Hoje a empresa conta com um extenso portfolio de produtos de skincare e até de maquiagem.

Assim como outros grandes nomes dessa série, Anna Pegova foi uma mulher que dedicou toda a sua vida para criar tratamentos e padrões de skincare que usamos até os dias de hoje. 

É uma pena que pouco se sabe sobre os detalhes da vida de Anna. O esquecimento de histórias como essa acarreta no esquecimento da própria História da humanidade.

E nós – não só como consumidoras assíduas de beleza, mas como mulheres- devemos trabalhar para preservar a história de marcas e nomes que nos acompanham durante uma vida inteira.

Vocês gostaram da história de Anna Pegova? Qual próxima personalidade vocês querem que eu retrate?