A Coleção de Ano Novo Chinês da Maybelline

Noticiamos ao longo de janeiro diversas coleções de make em comemoração ao Ano Novo Chinês.

Diferentemente do Ocidente, em muitos países da Ásia o Ano Novo Chinês (também conhecido por Ano Novo Lunar) é celebrado no final de janeiro. Em 2020 essa data foi comemorada no dia 25 de janeiro.

Algumas das maiores marcas do mundo criaram coleções pensadas no mercado asiático, como a MAC Cosmetics, Fenty Beauty, ColourPop, NARS e Make Up For Ever.

E a Maybelline não ficou de fora, viu? A marca lançou uma coleção em parceria com a Disney, com o Mickey Mouse como protagonista. Afinal, esse é o ano do rato, né? hehe

A coleção Eletric Parade conta com base cushion, paleta de sombras, máscara de cílios, delineador em caneta, lápis de sobrancelha e quatro batons em bala.

Vamos dar uma olhadinha em cada uma das novidades?

A paleta de sombras da coleção conta com seis tonalidades, sendo cinco delas cintilantes/metálicas.

Já comentei bastante aqui no PPF como as asiáticas curtem sombras com bastante brilho. É por conta disso que as paletas da Ásia são mais cintilantes que as nossas hehe.

Nós sabemos como as asiáticas amam a praticidade da base cushion. Por isso mesmo a Maybelline lançou essa versão comemorativa da Power Cover.

Acredito que você possa sempre usar a embalagem da base, basta apenas trocar o refil.

Um dos pontos altos dessa coleção é o quarteto de batons. Uma graça a bala do batom com o rostinho do Mickey, né?

São quatro cores disponíveis: um laranjinha Potter’s Clay; um rosa cereja; um vermelho com fundo azulado e um vermelho alaranjado.

A quantidade de produtos presentes na coleção varia de país pra país. No Japão, por exemplo, a Maybelline disponibilizou apenas os itens pros olhos, como máscara, delineador em caneta e lápis de sobrancelhas.

Essa coleção é exclusiva da Ásia, portanto se você desejou algum item, vai ter que procurar em sites especializados em j-beauty/k-beauty.

O que vocês acharam dessa novidade? Bem que a Maybelline poderia disponibilizar pra todos, né? Tenho certeza que seria um sucesso absoluto.