A sombra Color Tattoo Edgy Emerald da Maybelline

A sombra Color Tattoo na cor Edgy Emerald tem sido uma excelente companheira. Ela tem uma durabilidade absurda e segura meu make por uma oito horas. Fora o tom, aquele sereia que eu amo <3

Ela tem uma excelente pigmentação e uma textura creme/gel na medida, nem muito “mole” (como os Jumbos da NYX) nem muito seca (como os Paint Posts da MAC). Ela gruda super bem na pálpebra e ao mesmo tempo é fácil de esfumar. PERFEITA!

Consigo (e amo!) usar ela sozinha combinada com marrom e preto (meu make “básico” da vida!).

COLOR TATOO COMO BASE DE SOMBRA
Além dos primers e e fixadores que detalhei aqui, também existem as bases coloridas. Nessa leva temos diversas opções de produtos como os paint pots da MAC, os jumbos da NYX e claro, a Color Tattoo da Maybelline, que pra mim ganha disparado por ter uma textura fácil de espalhar e esfumar, e ainda com o plus de fixar mega bem e praticamente não acumular nada. Ou seja, é muito melhor usa ela do que qualquer primer e /ou fixador. Olha só como a Shimmermoss da MAC fica muito mais bonita com a Edgy por baixo:

No “mundo ideal” eu teria uma sombra Color Tatto de cada cor. Por enquanto tenho a Edgy Emerald (já que eu uso muitooo make sereia!) a a básica Bad to The Bronze, que usei nesse tutorial aqui.

ONDE COMPRAR?
Vende nesse link aqui. Estou super querendo a Bold Gold…

Quero ver se semana que vem faço um tutorial usando ela! ;)

O detalhe colorido do make de Michelle Trachtenberg

O detalhe violeta azulado fez toda a diferença no make básico com delineado de Michelle Trachtenberg, né?

Adicionar um colorido rente aos cílios inferiores é uma saída simples para dar uma bossa ao make sem dramatizar. Se você está começando a brincar com cores essa é uma ótima dica. A boa é que dá pra trocar o violeta por qualquer outro tom, lembrando que quanto mais escuro mais discreto fica!

Quem se anima?

Imagem: Getty

Primer ou Fixador? Qual a diferença?

Não acredito em sombra sem primer e fixador. Por melhor que seja a qualidade só com eles é que a sombra fica no lugar e gruda direitinho na pálpebra (pelo menos na minha!). Sempre comento isso no blog e vira e mexe recebo algum comentário me perguntando a diferença entre o primer o fixador. Pois finalmente chegou a hora de explicar. Vem comigo!

A função de ambos é basicamente a mesma: potencializar a cor e aumentar a durabilidade. Porém são diferentes principalmente em textura, resultado e forma de aplicação.

PRIMER

O primer possui uma textura de creme, alguns são mais densos como o da Make B de O Boticário e outros mais leves como o da Tracta. A diferença de densidade atua principalmente na intensidade de cor dada pelo primer (quanto mais denso mais potencia ele dá pra cor!), e também no acúmulo nas dobrinha (quanto mais grosso mais rapidamente acumula).

VANTAGEM: o primer é o produto mais fácil de trabalhar! Você aplica um pouquinho dele nos olhos, espera secar e pronto. A pálpebra já pode receber a sombra. Não tem segredo
DESVANTAGEM: ele não gruda tão bem como um fixador as sombras e os pigmentos com brilho. Especialmente os que não são compactos e sim soltos.

#ficaadica:
só recomendo NÃO aplicar no côncavo. Isso porque essa região é onde a gente esfuma a sombra, e como o primer pontencializa a cor ele vai deixar o esfumado mais escuro do que deveria, e a ideia do esfumado é justamente uma passagem de cor mais apagada. Você pode até passar o primer na pálpebra inteira, mas no côncavo passe antes um pó facial para o esfumado deslizar melhor, ok?

FIXADOR

O fixador possui uma textura de pomada, do tipo “grudentinha”, sabe? O da Bless Cosmetics é o meu favorito pois ele
possui um meio termo bom entre textura e potência, o da Catharine Hill também é ok e parecido com o da Bless, porém é mais levinho e menos potente.

VANTAGEM: o fixador é capaz de mudar totalmente uma sombra (saca só esse exemplo). Isso porque ele aumenta muito a força da cor e de quebra gruda melhor as partículas de brilho/glitter.
DESVANTAGEM: o fixador é bem mais chatinho de trabalhar que o primer, isso porque essa textura “grude” dele impede totalmente o esfumado. Só uso esse tipo de produto quando a sombra possui brilho, do contrário acho que não vale a pena, porque o barato mesmo do fixador é essa capacidade de segurar o glitter.

#ficaadica:
como ele dificulta mega o esfumado a dica é aplicar só até a dobrinha do olho, e de preferência no final do make, só pra grudar um pouquinho da sombra brilhosa. Aplique pouquinho usando o dedo indicador e com leves batidinhas.

PRIMER E FIXADOR EM AÇÃO
Para mostrar a diferença pra vocês no swatche escolhi a sombra com brilho Verdelicia da quem disse, berenice?.

SEM NADA – COM PRIMER MAKE B – COM PRIMER TRACTA

SEM NADA – COM FIXADOR DA BLESS COSMETICS – COM FIXADOR DA CATHARINE HILL

Em suma: o fixador deixa o tom mais forte e segura melhor o glitter, porém acumula mais e é mais chatinho de trabalhar. O primer é fácil de aplicar e acumula bem menos nas dobrinhas, entretando não segura tão bem o glitter e potencializa menos a cor. A durabilidade de ambos é parecida.

ONDE COMPRAR?
>> Primer Make B de Boticário – nesse link aqui.
>> Primer da Tracta – nesse link aqui.
>> Fixador Bless Cosmetics – vende por revedendora, você pode ligar aqui 0800 281 7100 ou perguntar na fan page nesse link aqui.
>> Fixador Catharine Hill – nesse link aqui.

Deu pra entender? Deixem sua dúvidas nos comentários ;)