Blush Contorno Ilha das Sereias do Pausa para Feminices

Depois de um bommm tempo esgotado o blush de contorno Ilha das Sereias voltou com embalagem nova, e sem o iluminador Madrepérola. Resolvi voltar só o Ilha porque estamos em uma outra vibe de ilu. Então esse duo aqui:

Virou apenas esse contorno aqui:

O tom de ambos continua próximo, não digo idêntico porque toda reformulação altera um pouco cor. O atual acho que está um pouco mais pigmentado e ainda mais macio e menos esfarelento.

ANTIGO X ATUAL

O tom do Ilha das Sereias é aquele marrom quente com fundo bronze, opaco e perfeito tanto pra blush como pra contorno. Estou com ele abaixo:

E também nessa make:

Ele tem boa pigmentação, esfuma fácil e fixa super bem. Sou suspeita pra falar, mas acho esse produto bem dentro do esperado.

Ilha das Sereias ‍♀‍♀‍♀✨ link de venda no perfil do @pausaparafeminices

Uma publicação compartilhada por Bruna Tavares (@brutavaresppf) em

Sempre foi um produto com muita aprovação e creio que isso prossiga na nova fase. Se quiser buscar referências dele em outros tons de pele basta googlar por Ilha das Sereias Pausa para Feminices. O blog Vou de Blush tem essa resenha aqui, uma ótima referência pra pele negra.

Comparado com o Duo de Blush Hermione – leia a resenha aquivocês podem notar o quanto o Ilha é mais quente/bronzeado.

Sou suspeita, sempre usei MUITO esse produto pra contorno e vou seguir usando!

ONDE COMPRAR?
Vende online nesse link aqui!

Bora usar a #contornoilhadassereias pra mostrar pra todo mundo como ele fica?

Resenha completa da base Atelier Paris

Faz algum tempo que tenho vontade de testar a renomada base da Atelier Paris, os profissionais AMAM e minha amiga @carolandrademakeup me indicou super, e através de um contato dela mesma recebi a minha da @Belle Femme Makeup. Recebi em agosto gente, e só agora estou fazendo a resenha por motivos de: PRODUTO DE PELE é necessário testar muito pra resenhar.

A pele da gente é uma loucura! Muda muito conforme época do mês (período de menstruação, ovulação etc), clima, quantidade de água que a gente toma e claro, alimentação. Por isso precisamos testar bastante pra conseguir entender de fato o produto de pele. Outra coisa importante: A PELE DA GENTE PODE REJEITAR uma base de início e depois AMAR ELA. Isso acontece inclusive com tratamentos. Já reparou que às vezes você começa a usar cremes, e no começo do tratamento em vez de melhorar a pele piora? Rola com muitassss pessoas esse processo de adaptação. E com a base não seria diferente! A mesma coisa ao contrário, a pele pode ficar incrível com a base logo de cara, mas ao longo do uso ”estragar” sua cútis. Por isso resenhas feitas muito rapidamente precisam de cautela.

E você minha amiga, se comprou uma base e odiou, usa mais vezes (e de várias formas!) pra ver de sua pele não se adapta! E se você AMOU, esperaaaaa umas semanas de uso constante pra indicar pras amigas. Certo? Agora bora pra resenha!

Sempre gosto de começar pelo rótulo como vocês sabem. O rótulo já informa muita coisa pra gente importante. De cara ele já fala que a base é waterproof, ou seja, a prova d’água. Também sabemos que vem 30 ml.

Além disso na parte de trás da caixinha podemos conferir que é cruelty free, dermatologicamente testada, livre de óleo e que promete o seguinte:

  • LONGA DURAÇÃO
    COBERTURA COMPLETA COM CORREÇÃO DE IMPERFEIÇÕES E EFEITO BLUR (sem marcar poros!).

No rótulo eles também pedem pra aplicar com uma esponja molhada depois de hidratar a pele. Devo concordar que essa é a melhor forma no caso da minha pele. E no caso de pessoas com pele mais seca. O que não é o caso da brasileira, mas como a base é francesa e as européias tem pele mais seca achei que fez todo sentido. Se você tiver pele oleosa talvez não precise hidratar tanto antes da base, um primer talvez seja o suficiente ou uma água termal (que é o que eu faço sempre).

O rótulo nos informa que é uma base que tem silica, ou seja, provavelmente com acabamento matte. E o mais chique: MADE IN FRANCE rsrs! #riqueza.

Na prática achei uma ótima base, bem versátil, sabe?

A base é bem fluída e fácil de espalhar. Ela confere uma cobertura média na primeira camada, e aceita uma segunda se necessário. Mas eu gosto de usar apenas uma mesmo! E acho que a cobertura deve ser medida na primeira camada, por isso considero média. O acabamento é matte real, em mim fica totalmente fosco e o nível de transferência é baixíssimo. QUASE ZERO! Isso porque ela é bem fininha mesmo, quanto mais fina menos transfere. Matte então, menos transferência ainda.

Ela cobre as principais imperfeições mas minha pele continua lá, digamos assim. Não é uma base reboco! Achei ela muito rápida de secar, acho que é a base que seca mais rápido que já testei. Nesse quesito sei que vai agradar muita gente de pele oleosa.

Em mim chega até a ficar seca demais, craquelando e acumulando no bigodê chines e cantos do nariz depois de umas 2/3 horas, mas bem pouco. E hidratando antes isso é amenizado. A durabilidade é alta, ela gruda na pele e só sai com demaquilante. Segura água sim como promete, e as noivas amam porque dá pra chorar sem borrar rsrs.

Na minha pele, como disse, ela confere uma cobertura média.

ANTES E DEPOIS

Dá pra ver que fica bem matte, né? E fica aveludada na pele! Mas ainda consigo ver algumas manchinhas e a cor não fica 100% uniforme.

A cor que estou usando é a FLW2Y, mas achei um pouco rosada comparando com o meu pescoço. Mas dá pra usar de boa, aliás tenho usado ela bastante e minha pele não reagiu mal. Não deu espinha e nem cravos, com certeza é uma base não comedogênica, até porque é dermatologicamente testada, ou seja, uma base segura.

Estava lendo sobre as cores dessa base e descobri que ela tem vários fundos, e que o Y é inclusive o Yellow, mas ainda assim achei rosado. Enfim, na Europa pessoal não é tão amarelado como no Brasil #fato! Rsrs! Mas como disse, dá pra usar de boa essa cor. Só igualar descendo mais pro pescoço, coisa que não fiz na resenha pra contar pra vocês sobre esse detalhe.

Pra você descobrir o subtom da base é só seguir essa tabela:

LETRA A – pêssego/rosado
LETRA B – bege/neutro
LETRA Y – amarelado
LETRA O – ochre / amarelado mais oliva mais intenso
LETRA N – terroso natural, bases de pele negra basicamente pelo que entendi.

Acho que pra ser mais amarelada deveria procurar cor na tabela Ochre. Mas enfim, a tabela deles é extensa com 32 cores.

A embalagem é pump de um plástico bem resistente!

E BRUNA, VOCÊ CURTIU?
Sim, eu amo base de cobertura média. E acho que por isso ela faz tanto sucesso com profissionais, é fácil acertar com ela. Por ser fluida e fina se adapta a peles jovens e maduras, por ser matte vai dar certo em pele oleosa e mista, e se você tiver a pele seca é só misturar com hidratante ou passar hidratante antes. E é uma base que aceita camadas, ou seja, dá pra construir de acordo com a preferência da cliente. E claro, tem o plus de durabilidade e resistência a água.

A única coisa que não gostei é do cheiro, não sei parece meio cítrico achei forte, e achei ela um pouco mais seca pra mim que o ideal. Achei parecida com a Fenty Beauty inclusive, porém a da Fenty fica um pouco mais flexível na pele digamos assim.

Mas de resto uma das melhores bases que já testei, base pra usar em qualquer época do ano e diariamente sem medo de ser feliz! E pra profissionais de fato uma opção praticamente imune a erro.

ONDE COMPRAR?
Como disse, a minha veio da @Belle Femme Makeup. No Instagram – @Belle Femme Makeup. você pode conferir o site e outras informações de compra!

Já usaram essa base? Me conta nos comentários!

Salvar

Jelly Beam: O Iluminador Babado da Farsáli

A internet SURTOU com o lançamento do Jelly Beam da Farsáli. E como não pirar? É o iluminador mais potente que já vimos em ação, e ele é ultra multiuso. Sei que vocês estavam curiosos, então decidi desvendar todos os segredos dessa novidade.

O Jelly Beam é um iluminador rosé gold com textura em gel. Depois de aplicado na pele, ele ganha um acabamento acetinado e um brilho INSANO. Gente, dá para ver o brilho lá da Lua kkkkkkk.

A fórmula do Jelly Beam foi desenvolvida para tratar e hidratar a pele durante a aplicação. Vocês sabem como a Farsáli adora criar produtinhos que unam os conceitos de skincare + maquiagem. 

“Mas Bruna, como usar esse iluminador?”. Você pode adicionar um pouquinho do gel na sua base, pra criar um efeito luminoso rhyco. Vale também misturar com o seu hidratante/sérum favorito para deixar a pele com um glow cheio de saúde.

Rola super usar esse iluminador no rosto, basta dosar a quantidade. E a própria marca recomenda o Jelly Beam pra criar brilho nos olhos e como iluminador corporal. Com aquela pegada bem J-Lo que a gente ama.

O formato da embalagem permite que você trabalhe com esse iluminador da maneira que quiser. Pode usar as mãos na aplicação, pincéis e até mesmo esponjinhas. Vai da sua preferência.

A novidade chega no site oficial da Farsáli a partir do dia 01 de novembro. Cada potinho custará US$ 40.

Quero o meu Jelly Beam pra ONTEM rsrs. Prometo que vou comprar e testar pra descobrir se ele é essa Coca Cola toda que parece ser. O que vocês acham desse lançamento?