Novos batons líquidos quem disse berenice – Cinzinheli, Terracotali, Chocolili

A quem disse, berenice? está tão rápida nos lançamentos que tá tenso acompanhar rsrsrs… Mas calma que aos poucos a gente chega lá! Hoje vou falar das novas cores de batons líquidos: Cinzinheli, Terracotali, Chocolili.

A qualidade continua a mesma, ao meu ver eles são muito iguais aos batons da Lime Crime. Fininhos, com cobertura na primeira camada e com ótima durabilidade. Tem várias resenhas de outros tons no blog – você pode ir navegando por aqui!

Os nomes continuam aquele trava língua rsrs, eu leio e releio 10 vezes pra ver se escrevi certo. Mas ainda assim posso ter errado em alguns momentos desse texto rsrs! #relevem e me avisem plis rsrs!

CINZILHELI

O Cinzinheli é o primeiro ultra acinzentado da quem disse, berenice?. Acho que o primeiro do Grupo Boticário inclusive! As marcas grandes tem medo de investir nessa nuance no Brasil, mas gente, é sucesso! Adorooo! Sobre o batom ele cobre na primeira camada, mas é aquele tipo de batom que destaca as pelinhas da boca e os ressecados. Não achei que ficou lisinhoooo, mas isso é culpa da minha boca também que está sofrida neste inverno. O Cinzinheli é sincero, mostra a realidade…rsrs! Portando mantenha sempre os lábios hidratados e esfoliados pra garantir acabamento perfeito, a gente precisa ajudar o batom também, né gente?! Especialmente os nudes que tem uma pigmentação mais suave e que costuma ficar mais opacos/foscos!

COMPARATIVOS

Na ordem da esquerda para direita:

1. Cinzinheli – quem disse, berenice?
2. Julia – Linha Bruna Tavares
3. Luanda – Pausa para Feminices
4. Cafe au Chic – MAC
5. Hermione Light – Pausa para Feminices

Achei ele super parecido com o Julia, porém é ainda um pouco mais acinzentado! Coloquei as cores que achei mais pertinentes para comparar, mas olhando a resenha do Cafe Au Chic por exemplo você tem mais comparativo pra melhorar a sua noção. Nas resenhas do Hermione Light e Julia tem mais comparativo também, na dúvida procure no blog as resenhas das outras cores que entendendo como elas ficam ao lado de outras cores vocês já entendem a diferença que elas teriam perto do Cinzinheli, e isso vale para todos os comparativos que posto sempre por aqui, combinado?

CHOCOLILI

O Chocolili é meu favorito dos 3! Amei a cobertura, que inclusive cobriu todas as minhas pelinhas e deixou minha boca com ”cara” de hidratada. Perto do Cinzinheli achei a diferença bem considerável. Além disso é MUITO DIFÍCIL um batom marrom não manchar, e esse é perfeito! Dá um caldo em vários importados inclusive. RECOMENDO SUPER! O tom é um marrom escurão com suave fundo vinho. Deuso!

COMPARATIVOS

Na ordem da esquerda para direita:

1. Chocolili – quem disse, berenice?
2. True Brown – Kylie Cosmetics
3. Anastasia – Pausa para Feminices
4. Chocotease – MAC
5. Camila – linha Bruna Tavares

Ele é diferente de todos, se aproxima mais do Anastasia mas tem um fundo ainda mais rosado/vinho.

TERRACOTALI

O Terracotali é um vermelho queimado. Nos meus lábios foi o que mais demorou pra secar, e secou! Porém ficou levemente acetinado, mas com sensorial sequinho. Aquela velha história de quem nem tudo que é matte é 100% fosco. Achei lindo! Fácil de aplicar e também com efeito bonito nos lábios, deixou eles com aparência hidratada.

COMPARATIVOS

Na ordem da esquerda para direita:

1. Terracotali – quem disse, berenice?
2. Pandora – Pausa para Feminices
3. Carnivorous – MAC
4. Bruna – linha Bruna Tavares
5. Wicked – Lime Crime
6. Paola – Pausa para Feminices

Achei ele muito parecido com o Pandora, muito mesmo! Só que o Pandora finaliza mais fosco e por isso aparenta ser um pouco mais escuro.

Os tons novos já estão a venda por R$35,90!

Você já comprou algum? Curtiu? Me conta nos comentários!

Como recuperar batom líquido matte que secou?

Batom líquido é amor verdadeiro amor eterno, porém por ser líquido ele é volátil, ou seja, evapora algumas substâncias e por isso com o tempo de uso alguns tendem a ressecar. Já reparou o quanto de tempo você deixa ele aberto enquanto está aplicando batom? Some isso várias vezes e o resultado vai ser um batom cada dia mais seco! Porémmmm, seus problemas acabaram hehe! Separei 3 batons meus aqui que ressecaram pra mostrar pra vocês como consertar isso!

O Regliss da Max Love e o Jetés da Dailus, já nasceram com essa característica mais pastosa/grossinha/seca, porém com o tempo isso foi ficando cada dia mais evidente, a ponto de eu não conseguir mais usar. O meu Espelho Mágico idem, esse da foto é UM TESTER das antigas mesmo (estava até com etiqueta de tester na bundinha rsrs). Esse Espelho depois de um ano (ou mais) ficou bem ressecado, aliás da minha linha ele é o que resseca mais com o tempo, a combinação de briho + pigmento escuro acaba acelerando o processo. Já vi relatos de pessoas que viram ele ressecar em menos tempo (#sinceridades) e foi ele que me fez sair em busca de uma solução.  E a solução mais simples é esta:

SIM, ele, o ÓLEO DE COCO, que já tem tanta função nessa vida que eu to quase o contratando para trabalhar aqui em casa. Enfim, com uma/duas gotinhas de óleo de coco (o extravirgem, tá? Porque tem alguns que já estão com outros tipos de ingredientes para cabelo, pele etc…) você recupera o batom!

Pra colocar as gotinhas dentro do batom usei uma seringa de remédio mesmo (Novalgina você não passará mais por aqui!). Recomendo que você pingue apenas uma gotinha inicialmente e agite bem o batom, deixa descansar por uns 5 minutos e teste. Demora um pouquinho pro óleo se misturar, fiz vários testes até chegar nessa conclusão de tempo de espera. No primeiro teste coloquei 3 gotas, na sequência testei e achei que ficou aguado demais, larguei mão, quando voltei a testar ele estava perfeito. Testei com 1/2/3 gotas, encontrei em 2 gotinhas a melhor performance, mas isso varia, por isso comece com uma gota e vá testando  até chegar na sua textura ideal!

Não sei se vai ficar claro pra vocês o antes e depois em fotos. Mas vamos lá:

ANTES E DEPOIS

Antes os 3 já saiam de cara opacos da embalagem, ou seja, já saiam ressecados e sem render muito. Depois do óleo a espalhabilidade melhorou muito, e eles ganharam um tempo de secagem, o tempo necessário para você aplicar o batom em todo lábio. Aliás, quanto mais seco o batom mais ele mancha.

TODOS SECOS

Os batons com óleo demoraram mais um pouquinho pra secar, mas dentro do normal. Senti que eles ficaram mais uniformes e o brilho do Espelho mais aparente. Nos lábios o resultado fica ótimo também:

ESPELHO MÁGICO

O único porém é que o óleo diminuiu um pouco a fixação do batom, mas não é nada gritante, mas diminui! Pra salvar o batom sem alterar a fixação, o ideal é um produto como duraline da Inglot. Esse aqui:

Mas Bruna, você não estava desenvolvendo um desse?
Eu estava mas esbarrei com o problema da embalagem, no Brasil não vende conta gotas de make, a gente achou (na gringa!) uma igual essa da Inglot, mas o produto tava ficando uns 60/70 reais (socorro!), ai abandonei o projeto, abandonei não. O pessoal da fábrica está testando algumas alternativas de embalagem, não tão fina como essa, mas que pelo menos seja prática, afinal, o que importa é conteúdo.

Mas se você já tiver oportunidade de adquirir um duraline da Inglot adquira, porque ele também salva delineador em gel. Enquanto isso, use o óleo de coco pra recuperar seus batons e tirá-los da gaveta, afinal amiga, pior que tá não fica! E o resto do óleo você pode usar ainda no cabelo, na pele, nas unhas…Função é o que não falta pra esse produto, né?

Se fizerem o teste me conte o resultado! Mas só faça com batom que está em DESUSO mesmo, ok?

Os batons líquidos da Urban Decay – Vice Liquid Lipstick

Desde que a Urban Decay anunciou o lançamento da sua linha de batons líquidos eu fiquei maluca de vontade de ter tudo! A marca é uma das minhas favoritas e batom líquido é aquele item do amor. Tenho falado disso sempre então natural vir dar um feedback pra vocês do que eu achei, néam?

No Hot Now da SEPHORA, evento que apresenta as principais novidades do semestre, ganhei duas cores. São elas:

Logo na embalagem eles conquistam, né? Achei ryca!

O pincel é do tipo grande com aquela ponta mais triangular. Os batons gringos amam esse design! Eu aprovo também. Sobre a textura senta que lá vem história…

Minha primeira impressão foi negativa, e olha que todos os átomos do meu corpo desejavam AMAR esse lançamento. Comecei experimentando o brilhante Purgatory, que na embalagem parece uma joia de tão lindo.

Mas nos lábios com muito custo cheguei nesse resultado final, foram umas 3 camadas. Ele é ralo e sem cor de fundo. O brilho ficou incrível mas na primeira batida de boca:

Saiu quase tudo da parte de cima...Com uma camadinha isso não acontece, mas também não cobre. Veja só:

Fiquei preocupada com esse resultado e resolvi pesquisar na gringa as resenhas, de cara encontrei um D+ na resenha da Temptalia – veja aqui. Nela ele também não rolou!

Tivemos uma percepção similar, mas claro que isso varia de pessoa de pessoa, né? Achei a fixação (de uma camada!) bem boa. O batom gruda nos lábios, pena que não cobriu bem =( Porém, o brilho é tão lindo que com certeza vou acabar usando de topper por cima de outro batom vinho escuro. Aliás, essa é a dica pra usar ele na minha opinião!

Bom, saindo do Purgatory parti pro vermelho Crimson:

Foi com o Crimson que comecei a entender de fato essa fórmula. Os batons líquidos da Urban Decay (sem brilho/glitter) são cremosos e ultra pigmentados. Eles grudam nos lábios de uma forma que quase me lembrou o LipSense, você sente um certo ”colar” de lábios, MAS MUITOOO suave. Tipo, 10 vezes mais suave que o LipSense. Ele não fica fosco, ele fica com aquele leve acetinado meio plastificado que eu particularmente acho lindo, meio vinil. Ele cobre qualquer pelinha e vai deixar até um lábio machucado bem bonito, quem tem boca ressecada acredito que goste dessa fórmula porque ela fica entre um batom bala cremoso e um batom lipsense, é bem louco, o sensorial não é de um batom seco e ele não esfarela.

Sobre a fixação ele gruda bem nos lábios, como disse ele tem esse ”efeito cola”, o vermelho mesmo depois de demaquilar manteve minha boca avermelhada. A marca diz que ele é waterproof, ok? E de fato, se você jogar água ele não escorre. O que já o torna a prova d’água como o prometido. Porém se você esfregar ele acaba borrando, isso porque ele não seca totalmente. Mas se você manter ele bonitinho pode mergulhar que ele não sai, tomei banho com o vermelho e ele ficou no lugar.

Resumindo: não cheguei a uma total conclusão porque preciso testar mais cores. Mas de cara achei de uma ousadia ímpar a UD vir com uma fórmula nova de batom, nem sempre essa tarefa é fácil. Lançar batom líquido é tenso (eu sei bem!) e acho natural que a marca faça ajustes ao longo dos lançamentos. De cara confesso que não amei! As cores estão lindas mas as fórmulas não me agradaram por completo, apesar de ter achado interessante a ideia do ”efeito cola”.

Agora me fala, vocês já usaram? Nesse post aqui tem dicas de vídeos tutoriais! Lembrando que pro Brasil só irão vir 12 cores das 30.