Saiba tudo sobre os óleos Farsáli na maquiagem

Quem AMA assistir vídeos das gringas no Instagram já deve ter reparado que elas usam um óleo no lábios/face ou até mesmo nos pincéis e esponjas. Misteriosamente aquele produtinho rhyco deixa a maquiagem mais PÁH e impactante possível.

Como eu sei que você sempre esteve curiosa pra saber o que é aquilo, fui a caça e descobri tu-di-nho sobre esse óleo milagroso. Vem comigo!

O primeiro produto que bombou da Farsáli, empresa criadora dessas maravilhas, é o Rose Gold Elixir, composto de óleo de semente de Rosa Mosqueta e partículas de ouro 24k. Para quem não sabe, a Rosa Mosqueta é uma queridinha no mundo da beleza por sua alta concentração de ácidos graxos, linoléico, vitamina C e retinol.

O óleo pode ser usado como um hidratante diário, mas muitas meninas usam como um primer para preparar a pele para todo o processo de make.

Outra forma muito comum de utilizar o produto é misturando-o a uma base fosca. Isso garante aquela pele com viço de red carpet que tanto amamos, sem perder a cobertura.

Muitas maquiadoras gostam de misturar o óleo com a beauty blender para facilitar a aplicação da base. Tem muitas meninas que usam antes de aplicar o batom líquido para que ele fique com aquele efeito matte, mas nada ressecado/craquelado.

Mas a empresa bombou tanto que aumentou seu portfolio de produtos. Hoje já foi disponibilizado o Volanic Elixir, um óleo hidratante criado a partir de Tamanu, uma frutinha que cresce em terrenos vulcânicos e é efetiva no combate a acne, além de ser anti inflamatória.

Esse produto é ótimo para quem precisa de um tratamento de regeneração e cicatrização. O cheirinho é forte, mas compensa, né?

E o outro produto bafo da marca é o Unicorn Essence, mais conhecido com “lágrimas de unicórnio” pela empresa. O óleo conta com açaí, goji berry, sambucus e mirtilo na fórmula. Os ingredientes são potentes antioxidantes, promovem o combate ao envelhecimento precoce, além de hidratarem.

O Unicorn Essence é usado como um primer tanto para pele quanto pros os olhos. E pode ser combinado com outro óleo da marca, como o Rose Gold Elixir.

Cada tubinho conta com 30 ml e possui valores entre US$ 35 a US$ 54 no site da marca. Eu sei que a Fricotes NY disponibiliza encomendas desse produto aqui pro Brasil.

Eu quero 10 litros desses óleos na minha vida kkkkkk. Amei saber que todos os produtos contam com uma formulação bem natureba. Durante minha pesquisa achei um fato bem fofo: o primeiro óleo da marca foi criado por um homem chamado Sal Ali, que queria ajudar nas necessidades de make da esposa dele. Por mais maridos assim <3

Quem já viu um vídeo desses produtos sabe como eles deixam as maquiagens incríveis. E vocês, o que acharam dessa novidade?

A nova base da Vult – HD e a prova d’água

A Vult lançou a pouco tempo sua nova base de Alta Cobertura que veio (pelo que eu entendi!) pra substituir a Ultimate Finish (que eu nunca testei! Sorry por isso!). A base é HD e promete alta cobertura e resistência a água.

A base vem em uma bisnaga com 26 ml – igual a base matte. Ela é terceirizada na empresa Lipson Cosméticos que fica em Diadema-SP, e distribuída pela Vult. Já a base Matte foi fabricada na Weckerle do Brasil em Jurubatuba-SP. Ou seja, ambas são bases terceirizadas e não de fabricação própria. É importante saber disso pra entender que a equipe que fez uma não é a mesma equipe que fez a outra, o que já me leva a concluir só pelo rótulo que trata-se de tecnologias diferentes. Isso em uma análise primária!

É sempre legal olhar o rótulo porque ele contém todas as informações de origem, além claro dos principais ingredientes.

CLIQUE PARA AMPLIAR

Revelada a origem e formulação, bora falar da base em si, né? Pra começar. O que é uma base HD?

Base HD é uma base High Definition. Uma base desenvolvida pra deixar a pele bonita mesmo nas captações de imagens em HD, que mostram TUDO E MAIS UM POUCO. Ou seja, o principal é conseguir maquiar a pele sem deixar isso óbvio pro telespectador. Basicamente dentro da tecnologia HD temos bases de boa cobertura com textura mais fluída para assentar melhor na pele. Tudo com o acabamento final mais invisível possível. É aquela famosa cara de linda com quilos de makes, porém sem aparentar, saca? É isso que esperamos de uma base HD. Em suma, produtos muito densos acabam ficando (em sua maioria) fora da gama HD, por marcarem muito as linhas.

Porém contudo entretanto todavia, bases de textura densa tendem a durar bem mais que uma base HD, que dura legal em torno de umas 4 horas, contra umas 8 de uma base densa. Por isso a base HD é tão boa pra produção de TV/FOTOS. Em estúdio você não precisa ficar maquiada por tantas horas, isso porque tem sempre gente pra retocar. É melhor garantir a beleza de uma captação ultra realista do que a durabilidade. No jogo da vida eu amo base HD pro dia-dia básico e pra fotos, mas se vou passar o dia fora e preciso estar maquiada, eu fujo delas, preferindo uma base mais reboco mesmo, que vai demorar MUITO MAIS pra sair, afinal são camadas e camadas de produto. Pra sair não é fácil, né? Rsrs! Basicamente essa a única desvantagem ao meu ver da HD, e claro, por não ser grossa, tem coisa que ela é incapaz de cobrir, como por exemplo tatuagem. Enfim…Voltando pra base da Vult!

Nesse quesito de SER HD a base da Vult cumpre o que promete. A textura é fina e o produto praticamente some em contato com a pele. Quanto mais espalha, mais a base se camufla.

É uma base bastante confortável, que cobre as principais imperfeições uniformizando o tom da pele. Olha só (relevem minha carinha estou bem doente essa semana tomando antibiótico e tudo!).

ANTES E DEPOIS

A pele recebe cobertura mantendo o aspecto natural. Ele deixa a pele mais natural que a matte na minha opinião, mas a diferença entre ambas nesse quesito achei sutil. O que muda mais pra mim é que a atual é mais sequinha e ainda mais fina, e de fato essa é mais resistente a água que a matte, o que torna ela mais resistente também ao desbotamento ao longo do dia. Mas no geral achei que são similares em resultado final  – tem resenha da matte aqui.

SOBRE A COBERTURA – SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA

A base vende que tem cobertura alta, porém muita gente questionou isso. E eu concordo super, afinal não dá pra comparar a cobertura dela com a cobertura alta da Tracta, por exemplo. Porém eu queria propor a seguinte reflexão. O QUE SERIA COBERTURA ALTA? A cobertura alta é algo que pode variar muito conforme o número de camadas e conforme a expectativa que você tem de cobertura. A pele também altera, porque tem pele que fixa mais e pele que fixa menos. Forma de aplicação também altera, enfim, é muita coisa influenciando na cobertura final. Mas além disso, na minha humilde opinião, a cobertura DEVE SER AVALIADA PROPORCIONALMENTE AO ESTILO DE BASE.

Calma que eu explico! Não dá pra você exigir de uma base HD que é mais fina mesmo, uma cobertura tão alta como de uma base pastosa/cremosa. É óbvio que quanto mais grossa, mais cobertura. Pra mim é que nem comparar batom líquido com batom em bastão, são coisas diferentes, sabe?

Dentro da tecnologia HD, ao meu ver, a base da Vult pode ser considerada uma base de cobertura alta sim. E gente, isso não é jabá, aliás faz uns 2 anos que não trabalho comercialmente com a Vult. Mas achei interessante fazer meu público refletir dessa forma. Comparada com uma base como a da Tracta, essa base não tem mesmo cobertura alta, mas comparando ela com outras bases HD, ela tem sim. Entende meu raciocínio?

Pensando nisso resolvi comparar a bichinha com a famosa base HD da Make Up For Ever, que também é divulgada como uma base de alta cobertura (mas que não chega por exemplo em uma cobertura de Studio Sculpt da MAC).

HD MUFE X HD VULT

Cor 117 x cor R-05

No quesito High Definition, dá pra ver que a base da MUFE se camufla mais que a a Vult, né? A base da MUFE é bruxaria. Apenas rsrs! Ela vira praticamente uma segunda pele, e com certeza é por isso que faz tanto sucesso.

TESTE DA COBERTURA – VULT

O B feito com o lápis não fica totalmente camuflado, o que já faz a gente que concluir que sim. EXISTEM BASES com cobertura bem mais alta, mas HD? Será que tem?

TESTE DA COBERTURA – MUFE

O B feito com lápis também apareceu, e meio que igual ao da Vult, né? Deixa eu refrescar sua memória:

MUFE X VULT

Com relação a cobertura achei similar. Por isso acho interessante repensar sobre isso! A Kryolan eu sei que também tem uma base HD que parece ser pica das galáxias, nunca testei pra dizer se a cobertura é mais alta que a da MUFE, massss creio que não mude tanto, porque base HD é base HD, todas acabam tendo o mesmo ”estilo” de textura mais fina.

RESUMO DA OBRA: Pra uma base HD nacional baratinha, está base É ÓTIMA. Se você quer reboco, não acho que ela se torne sua melhor amiga, mas se você quer ficar com a pele bonita com aspecto mais natural e ainda assim com boa cobertura, se joga!

Minha cor é  R-05. Mas tem todas essas outras:

B10 e B15 também dão certo pra mim! Minha pele é meio mutante rsrs.

ONDE COMPRAR?
Vende em várias lojas, online vende na Maquiadoro – e eu não ganho comissão nas compras, tá? Hoje em dia é bom deixar bem claro tudo rsrs!

Já usaram essa base? Me conta!

Desenvolva na hora uma base especialmente pra você – Le Teint Particulier

Quando a assunto é pele, pra mim dificilmente alguém bate a Lancôme, começando pela minha base queridinha Teint Miracle – falei dela aqui. A boa nova da vez, que promete sacudir o mercado da beleza, é Le Teint Particulier, uma base desenvolvida na hora a partir do seu tom e tipo de pele. SIM, estamos falando de base customizada.

Tudo começa com a análise da pele, uma consultora ou um consultor de Lancôme registra a sua tonalidade, tipo de pele e também seu interesse em cobertura (alta, média ou baixa/transparente). A análise da cútis é feita através de um scanneador, uma coisa meio Matrix da vida. Tecnologia sua linda, vem ni mim!

Depois de escanear a pele, é decidido o tom da base, cobertura ideal (acredito que nesse quesito você possa opinar) e formulação para tipo de pele (ex: base pra pele seca, base pra pele oleosa). Decidido isso todos os ingredientes vão pra uma máquina onde são misturados (claro! rs). Dez minutos depois a base já está pronta, e o mais legal é que ela é etiquetada na hora especialmente pra você, com seu nome e tudo. Eita coisa chique!

O vídeo abaixo mostra todo o processo:

O problema é que por enquanto só tem lá fora e apenas nas lojas da Nordstrom – nesse link aqui tem a lista completa das lojas participantes. Ah, tem que marcar horário pra realizar a experiência/compra, ok?

Custa U$80, achei ok porque a média de preço das bases de Lancôme é U$50, é natural que uma base totalmente customizada seja mais cara, mas não achei absurdo. Claro que pra gente que faz a conversão de dólar pra real é tenso, mas considerando o preço da Lancôme está no padrão (e poxa, 80 dólares pra eles é o nosso 80 reais, eles não convertem…Nossa moeda que poderia valer mais, né? Convenhamos…Mas enfim…Como eu estava dizendo… Vida que segue…).

No Youtube já tem alguns reviews dessa novidade. Olha só:

Sou dessas que já quer porque VAI TER MEU NOME! Porque SIM.

E enquanto isso eu aqui na humildade desenvolvendo minha basezinhas rsrsrs!

Lancôme sempre mitando!