O melhor batom em bala do mundo – Lust MatteTrance da Pat McGrath.

Quem ama o universo de moda e maquiagem já deve ter ouvido falar sobre Pat McGrath. Ela é considerada um ícone no mundo da beleza, além de ser a maior maquiadora da atualidade (premiadérrima!). A beauty artist assina a beleza de diversos desfiles mega importantes e lança tendências o TEMPO TODO. O batom com brilho que você usa hoje FOI INFLUÊNCIA INDIRETA dela, que sacudiou todo o mercado tacando glitter nos lábios das modelos e famosas na época em que só se falava de batom matte, ou seja, a bixa arrasa e é dona e proprietária da empresa tendência de maquiagem.


Pat em ação – Apenas a maquiadora mais influente do mundo, tá querida!

Além de todo seu trabalho no mundo da moda e da beleza, ela possui atualmente sua própria linha de maquiagem, a PAT McGRATH LABS, que apesar de ser relativamente nova no mercado (cerca de 2 anos) já conta com os ANOSSSS de credibilidade e influência da Pat.

Já falamos diversas vezes no blog sobre a marca, mas hoje venho com a primeira resenha. Comecei com o batom Lust MatteTrance, isso porque hoje ele é considerado o melhor batom em bala do mundo.

Porque se não for pra arrasar a Pat nem lança, né mores?!


A caixinha me recordou daquele porta-batom bem retrô que toda mãe/avó levava na bolsa. Lembra?

A experiência já começa na caixinha, ela tem todo um conceito pop glam art (o mesmo que a Pat segue em seu inspirador Instagram – aliás sigam @patmcgrathreal). Tipo de caixa que você REAL OFICIAL não vai jogar fora, até porque ela abraça e cuida da linda embalagem do produto. Olha isso:

Essa boquinha é um charme, né? E nem preciso explicar sobre a qualidade da mesma! EMBALAGEM QUE PESA, robusta, e a bala gira nela com perfeição…Apenas nota 10! Não tem o que criticar. Simples assim.

E falando em Pat/ Influência, comecei logo com uma cor que fazia um tempo que não me interessava. Um pink avermelhado BA-BA-DO, fiquei fascinada por esse swatche da @missjazminad e escolhi de cara esse tom FULL PANIC.

Em mim ele não ficou EXATAMENTE assim até porque batons variam mesmo de pessoa pra pessoa (e olha que eu a Jazmina temos um tom de pele bem próximo). Mas batom é isso, não tem jeito. De toda forma AMEI a cor, mas amei principalmente a textura aveludada, a qualidade que definitivamente é a culpada pelo sucesso desta linha.

A aplicação é algo que me encantou muito. Você PASSA e descarrega a cor de uma vez. O vídeo abaixo da Nikkie mostra bem isso:

Incrível, né?

É importante ressaltar que não fica totalmenteeee opaco como um Ruby Woo da vida, rola um leve acetinado no acabamento final, algo que confesso pra vocês que eu até não esperava, achei que ele fosse 100% foscão. Mas se formos analisar o veludo em si não é 100% fosco, e esse batom é um veludo.

FULL PANIC EM OUTROS TONS DE PELE

E A DURABILIDADE?
Não dura como um batom líquido, vai saindo conforme você vai vivendo a vida. Mas por ser ultra pigmentado fica sempre uma lembrança da cor ali nos lábios mesmo horas depois do uso.

TRANSFERE?
Sim, só líquido matte não transfere e um bala estilo retro matte. Mas é aquela transferência ok. Se você beijar vai sair, se você comer vai sair. Mas não é um batom que vai te deixar toda borrada ao longo do dia. Ele é firme e fixa bem, porém não seca como um líquido, não existe ainda esse milagre rsrs.

É CONFORTÁVEL?
Muitooo, tanto pra aplicar como depois. AMO! Já comprei mais dois depois desse, estou apegada.

É CRUELTY FREE?
No FAQ do site da linha tem essa pergunta e resposta. Olha só:

Q: Are PAT McGRATH LABS products cruelty-free?
A: Pat McGrath Labs does not test our products or ingredients on animals.

  • Ou seja, é CRUELTY FREE SIM! Não testa em animais.

TEM PARABENOS?
Não, a fórmula é livre de parabenos.

É VEGAN?
Gente, não sei se eu que sou lerda mas fato é que revirei a caixinha do batom e não achei a lista de ingredientes, o que é bem estranho, né? Mas pesquisando na internet vi que tem cera alba, ou seja, não é vegan. Mas se alguém souber de mais infos comenta aí embaixo.

ONDE COMPRAR?
Só tem na SEPHORA gringa e cada um custa U$38 doláres, é um batom de luxo. Fato! No Brasil você consegue comprar Pat com a Fricotes NY.

ME CONTA O QUE VOCÊ ACHOU! E ME CONTA SE deu vontade de usar essa COR também?

BT JELLY – spoiler do que vem aí!

É minha gente o gloss voltou! Tenho feito algumas enquetes no @linhabrunatavares e me surpreendido a cada dia com a força do desejo pela textura glossy. Olha isso:

Qual? :)

Uma publicação compartilhada por Bruna Tavares (@linhabrunatavares) em

Dentro desse novo contexto desenvolvi para a linha o BT JELLY, um gloss mais encorpado que irá vir em uma embalagem especial foférrima.


Rose Gold + Floral + Espelhos + Millennial Pink! Como não amar?

O aplicador é o de coração, igual ao do plastic, porque a ideia é que você use também por cima de outras cores. Abaixo por exemplo estou com ele por cima do batom Letícia, se estiver seco o batom o Jelly é aplicado por cima tranquilamente, e detalhe, ao longo do dia a mistura do Jelly com o batom Matte acaba resultado em uma textura ultra confortável e com boa fixação.

  • Lembrando que o BT Jelly É GLOSS, ele não seca, porém ele é mais firme que a maioria dos glosses, por isso se chama JELLY, porque ele é mais gelatinoso do que oleoso.

A princípio definimos apenas uma cor para o BT JELLY, o tom Clear, que é o transparente clássico:

Porém, achei interessante também termos uma opção com aquele coradinho de boca saudável, uma coisa Tint. Comecei a ver muitassss famosas usando essa mistura de Tint + Gloss Incolor por cima, aí resolvi criar um produto com as duas ideias em um. Nasceu assim o BT JELLY Tint:

Fofo, né? Ah, e é importante ressaltar que todos os swatches acima eu fiz com a boca limpa. Ou seja, o BT JELLY CLEAR ficou rosado porque esse é o tom natural dos meus lábios, e o Tint também ficou meio rosado por causa disso. Mas as cores PURAS deles (digamos assim!) são essas:

AGORA NOS MEUS LÁBIOS

Lança até julho (assim espero porque é tanto atraso de fornecedor que haja coração).

  • Esse produto ainda tem algumas surpresinhas que eu não posso revelar, e não é frescura não, tá gente? Eu sou ansiosa pra caramba e tenho dificuldade pra suspense, ainda mais com vocês rsrsrs. Mas é que meus spoilers são vistos por muitas marcas mesmo, e vocês já devem saber que algumas acabam se inspirando nisso ou até mesmo em tudo (socorro rsrs), o que não é ERRADO afinal todo mundo se inspira em algo, mas vou precisar guardar algumas coisas mais pra perto da data de lançamento, ok?!

Gostaram? ME CONTA!

Stunna x Bruna – procurando dupe

Semana passada fiz a resenha do Stunna da Fenty Beauty aqui, lembram?

Aí que faltou comparar ele com o Bruna da linha Bruna Tavares, os tons são bem similares.

O Stunna é um pouco mais fechado, mas nos lábios a diferença maior que senti é que o Bruna fica mais veludo enquanto que o Stunna fica mais vinil.

  • ps: as fotos comparativas com eles nos meus lábios foram feitas com luz bem baixa pra pegar essa diferença de acabamento, por isso ambos vermelhos parecem mais escuros.

Sobre a textura tem uma certa ”polêmica” nesse vinil do Stunna, isso porque em muita gente ele não fica vinil e sim mais matte mesmo. Mas fato é: o acabamento vinil é algo que podemos ver nas próprias fotos de divulgação da marca, e da grande maioria que já postou o Stunna nas redes (basta dar um Google pra você ver que na maioria fica mais vinil do que fosco).

Mas como tem muita gente que afirma o contrário, então acredito que a Fenty Beauty possa ter alterado a secagem sem avisar o público final, isso porque essa ”falta” de secagem gerou críticas do tipo:

Será? De toda forma amooo esse acabamento vinil, pra mim é O diferencial mesmo do Stunna, espero que não tenha mudado de fatooo muito a ponto de ficar foscão, até porque foscão eu já uso o Bruna, né? rsrs!

E vocês, curtem esses vermelhos?